Home
Open Panel

shirleycontudo

Iracema Magalhes Josue Kleberson e Kalebe Henrique Magalhes Ferreira Foto Eduardo Andrade 1
Uma mãe que, com apoio da Escola do Legislativo e programa Abrindo Caminhos, conseguiu restabelecer o laço com os dois filhos

Família se reestrutura com apoio do Poder Legislativo em Mucajaí

Iracema Magalhães é mãe de dois meninos, Josué de 9 anos e Kalebe, com 12. O tempo dela é dividido entre as crianças, o Hospital do município de Mucajaí, onde trabalha como auxiliar de enfermagem, e o Núcleo da Assembleia Legislativa de Roraima naquela região. Mas nos últimos cinco anos, após o fim do casamento, a vida dela foi marcada por tormento e provações.

Com a desestruturação da família, antes unida, o comportamento das crianças mudou. O mais velho, por exemplo, tornou-se mais agressivo e a mãe era frequentemente chamada na escola para resolver situações de brigas entre o garoto e os colegas de escola. Já o pequeno, revoltado com a situação, não conseguia se desenvolver e a mãe unia forças para seguir em frente e colocar os filhos no caminho do bem.

Até que a chegada do Núcleo da Assembleia Legislativa na região, com cursos gratuitos e atividades esportivas por meio dos programas Escola do Legislativo e Abrindo Caminhos, mudou a perspectivas da família. Os dois garotos foram matriculados no Jiu-Jítsu e Informática Kids. O resultado foi uma mudança drástica no comportamento em casa, melhoria nas notas e rendimento em sala de aula.

“Eles estavam dando muito trabalho na escola, todos os dois. Desde a questão de baixar a nota, quanto brigar. A partir do momento em que foi ofertado os cursos, tanto do jiu-jitsu, quanto informática, eles mudaram na escola, mudaram bastante com a participação deles no Legislativo”, pontuou a mãe, orgulhosa do avanço.

Josué, tímido, resumiu em poucas palavras a representação do jiu-jítsu na vida dele. “Aprendi um monte de coisas. Me ensinou muitas técnicas para fazer, a respeitar, muitas coisas”. Já o irmão, com sorriso no rosto e olhando para a mãe, disse. “Agora ganhei uma medalha em uma competição aqui mesmo. Aprendi a respeitar, não desobedecer, obedecer aos pais, muitas coisas”.

Iracema também aproveitou o que o Núcleo tem a oferecer aos adultos e está na conclusão do curso de Libras (Linguagem Brasileira de Sinais), nível básico, com foco na continuação para o intermediário. Uma contribuição a mais para o currículo e facilitador no atendimento às pessoas surdas que chegam à Unidade de Saúde em busca de tratamento para saúde.

Núcleo acompanha a vida de famílias da região

A 55 quilômetros de Boa Vista, a cidade de Mucajaí é o primeiro município de passagem para quem tem a região Sul do Estado como destino. Com pouco mais de 17,5 mil habitantes, conforme dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), a cidade é conhecida por comportar a encenação da Paixão de Cristo no período pascoal.

Quando a movimentação turística passa, a realidade vem à tona. Muitos jovens ficam ociosos e sem opções para preencher o tempo vazio. Para a coordenadora do Núcleo da Assembleia Legislativa em Mucajaí, Juliana Cardoso, a instituição tem mudado histórias de vida dos moradores. “São famílias sem condições financeiras para bancar um curso pros filhos e a Assembleia vem trazendo oportunidade ímpar na vida desses alunos”.

 

(SupCom ALE-RR)

Postagens Anteriores

folha

ALE-RR

+q10

Margem Cultural

Marleide Cavalcanti

Bunita

Wagner Luther